Materiais

Um dos setores que mais cresce e que está em constante inovação é o de alimentos congelados. São opções gourmet, artesanais, em variadas quantidades e que exigem não só qualidade nas embalagens, como também nas informações do alimento. A etiqueta deve ser disposta para informar o consumidor do que se trata aquele produto. Para isso, a qualidade das etiquetas e rótulos para alimentos refrigerados e congelados deve ser prioridade.

Para não errar na escolha, vamos explicar tudo sobre etiquetas e rótulos para esses alimentos armazenados nestas condições. Após ler este post, você vai fazer a melhor escolha para o seu produto.

Tipos de papéis para fazer a impressão da etiqueta

Existem alguns tipos de papéis que são utilizados para fazer a fabricação da etiqueta para alimentos congelados. No geral, a opção mais usada é o BOPP (polipropileno biorientado). Trata-se de um filme resistente à umidade e ao congelamento. Mesmo entrando em contato com uma superfície refrigerada ou molhada, os aspectos de sua aplicação não se modificam.

Entre as opções disponíveis, a etiqueta pode ser feita em BoPP brilhante, BoPP fosco, BoPP transparente entre outras opções. Trata-se de um material bem versátil e que pode ser utilizado de diversas maneiras.

Porém, outro material que pode ser usado para este tipo de etiqueta é o papel couché. Entretanto, ainda que seja usada na fabricação de etiquetas, algumas questões devem ser levantadas para quem deseja escolher este papel. Sua resistência à água é menor, fazendo com que a umidade seja absorvida lentamente.

Então, se o seu produto precisa ser descongelado, a etiqueta deve ficar encharcada e as informações podem se perder no caminho. Além disso, o adesivo do papel couché é difícil de ser removido, caso seja reaproveitado.

Porém, nem tudo são desvantagens. Além do valor ser mais acessível, o papel couché tem um resultado melhor na escrita com caneta esferográfica. No entanto, além do papel, devemos observar a escolha do tipo de adesivo escolhido.

Escolhendo o adesivo ideal

Existem alguns tipos de adesivos indicados para produtos congelados. Porém, isso não garante que durante o processo de armazenamento a etiqueta não vai cair. E vale destacar que quanto mais a fórmula for específica, maior será o valor cobrado pelo adesivo.

É importante avaliar se este é o caso do seu produto. Outro ponto importante, é verificar se o adesivo possui a aprovação para o contato direto ou indireto com os alimentos. De acordo com a ANVISA, os adesivos aprovados para este tipo de uso devem atender às exigências FDA 175.105 ou ISEGA.

Entenda ainda, os tipos de adesivos que podem ser divididos em etiquetas permanentes e etiquetas removíveis. Para cada finalidade, existe um tipo de uso indicado. Para escolher a etiqueta ou rótulo ideal para o seu produto, defina seu orçamento e as características do seu alimento.

Seja este armazenado em locais úmidos e refrigerados, ou não, você pode encontrar opções de qualidade na impressão de etiquetas.

Veja como você pode ter ótimos resultados na utilização das etiquetas e rótulos em seus produtos, neste outro artigo do nosso blog:  Tipos de adesivos em etiquetas e rótulos e suas implicações.

1- Qual a marca do papel?

Certifique-se que a marca do papel da bobina ou etiqueta que está cotando é de boa procedência. Papéis de procedência duvidosa, sem controle rígido de qualidade, causam diversos problemas para o estabelecimento e para o consumidor:

> Falhas e problema de leitura dos dados impressos

Soltam pó  e possuem camada témica irregular por falta de tecnologia que, rapidamente, vão cegar a serrilha e danificar a sua impressora

Não tem garantia de cópia para o consumidor e a impresão não tem padrão (umas saem boas e outras ruins)

Papéis com certificado de garantia como os da Oji Papéis, duram  5 anos se armazenados corretamente. Papéis sem tecnologia, a impressão apaga muito antes deste prazo

No caso de etiquetas, o principal problema é que elas descolam facilmente do produto e podem falhar a impressão.

 

2- Qual a metragem da bobina ou do rolo de etiqueta?

A medida mais vendida pelos fabricantes de bobinas térmicas é de 40 metros e das etiquetas, 30 metros. Mas, isso não é obrigatório, cada empresa pode adotar o seu padrão. Por isso sempre certifique-se qual é a metragem que está comprando, pois isso fará diferença no custo final do produto para você.

Uma bobina de 40 metros, por exemplo, terá um preço maior que a de 30 metros, mas vai durar mais no ponto de caixa e terá menos interrupções para trocas de bobina. O mesmo ocorre com rolos de etiquetas com 30 metros.

Já os rolos de etiquetas não são todos iguais de uma empresa para outra. Você pode estar pagando mais barato num rolo, mas comprando uma metragem  menor e menos etiquetas. Certifique-se da metragem do rolo! O medida máxima que cabe numa impressora de balança, por exemplo, é 30 metros de comprimento.

 

3- Qual tubete é utilizado nas bobinas? Diâmetro 12 mm ou 18mm?

Não compre bobinas somente pelo seu diâmetro, pois dependendo do tubete usado, você poderá comprar bobinas com metragem menor. O padrão é tubete 13, mas algumas empresas utilizam tubete com diâmetro maior e com isso elas podem diminuir a metragem da bobina, sem que o cliente perceba.

 

4- Qual a gramatura do papel?

A gramatura padrão das bobinas térmicas é de 44g, 48g e 55g. Quanto mais espessa, menos transparente é o papel e maior o preço. Você precisa avaliar, de acordo com o seu uso, qual é melhor opção para a sua empresa.

 

5- As etiquetas térmicas possuem que tipo de cola?

As colas de borracha possuem melhor aderência em baixas temperaturas. Portanto, se você usa etiquetas em produtos refrigerados, preste atenção a este detalhe, que fará toda a diferença para sua empresa. Você evitará desperdício pela reimpressão do material e evitará fraudes, como a troca de etiqueta de produtos com preços diferentes.

 

6- Como é a tributação das bobinas?

Fique atento ao valor do ICMS em seu orçamento. Dependendo da origem do fabricante de bobina (interestadual) você poderá pagar o diferencial de alíquota e isso aumentará o custo das bobinas.

 

 Estas são algumas perguntas importantes sobre os produtos que você precisa  fazer ao vendedor. Outras questões que devem ser consideradas: o histórico da empresa, se o frete é gratuito, qual o prazo de entrega, se precisar de uma urgência se vão conseguir atendê-lo prontamente, se o vendedor irá acompanhar o seu estoque, qual a transportadora utilizada, enfim, procure conhecer todos estes detalhes e você vai perceber que o preço não deve ser o o único fator a ser considerado!             

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    

 Todas as perguntas mencionadas acima poderão ser respondidas pelo nosso time de vendedores, com clareza, segurança, conhecimento técnico e com o respaldo de uma empresa de mais de 36 anos de experiência, como o Grupo Tiliform/Proform. Nós só trabalhamos com papéis de marcas reconhecidas no mercado como Oji Papéis® , Colacril®, Fasson® que são homologados e possuem garantia de qualidade e impressão. 

Precisando de bobinas e etiquetas térmicas brancas ou personalizadas?

Ligue 0800 702 0035 | marketing@tiliform.com.br

4 DICAS PARA IMPRIMIR CÓDIGO DE BARRAS SEM FALHAS E PROBLEMAS

1- Escolha Correta da impressora: Considere o volume de impressões mensais; a resolução para garantir leitura do código de barras; se possui acessórios ou recursos de adicionais para diferentes etiquetas; integração com o seu sistema; valor da manutenção para saber se vale a pena comprar ou alugar a impressora.

2-  Velocidade e temperatura correta do cabeçote de impressão: tanto a impressora térmica quanto por transferência térmica (uso de ribbon) é preciso considerar a velocidade e a temperatura do cabeçote de impressão junto ao manual da impressora ou com um consultor técnico. Dica: comece a impressão primeiro em velocidades mais baixas, e ajuste conforme a necessidade.

3- Escolha correta da etiqueta: adquira substrato de boa qualidade e adequado à sua impressora. Considere onde ela será aplicada,  tipo de papel, a cola, tamanho, resistência e outros fatores podem interferir na qualidade de impressão.

4- Limpeza do cabeçote: sujeira acumulada no equipamento pode ser a causa de problemas e falhas na impressão. Recomenda-se passar um algodão ou cotonete com álcool isopropílico no cabeçote de impressão para remover qualquer resíduo de adesivo ou poeira e um pano de microfibra nos rolos que puxam o papel, a cada troca de suprimento.



O rótulo-filme é um dos métodos mais populares de impressão para embalagens dos mais variados tipos. O BOPP ou polipropileno biorientado é um material muito versátil, por isso o seu uso tão disseminado. É muito importante o cuidado desde a sua produção, pois, o rótulo é um pilar da apresentação do seu produto. Então, é importante entender porque o BOPP é tão vantajoso.

A composição e a qualidade do filme

O principal benefício do uso do BOPP vem da sua composição. O rótulo se trata de um polímero derivado do propeno ou do propileno, que recebeu uma carga de tensão em ambos os lados, de modo que as moléculas sejam mais organizadas. Com isso, o resultado é um filme mais fino e resistente, que pode ser reciclado e usado em uma diversidade de soluções.

As características físicas e químicas que elas conferem aos rótulos garantem muito mais qualidade ao produto final. Por isso, o rótulo que é composto de plástico possui uma resistência à água, o que importante para produtos como bebidas, por exemplo.

Estes costumam ficar em ambientes úmidos, como as geladeiras, sem ser afetados. E mesmo durante o consumo, o possível suor da garrafa não afeta o rótulo, que ainda se mantém atraente e claro, mostrando bem o produto que é consumido.

Essa força também se reflete na sua alta durabilidade. Os rótulos ficam intactos por muito tempo, aguentando até mesmo processos de lavagem, significando que a mesma garrafa e o mesmo rótulo, possam ser reutilizados.

As vantagens estéticas

Mas, não adianta muito ter um produto extremamente resistente e durável, se o rótulo não é atraente para o consumidor. Afinal, esse é o outro grande objetivo, ajudar a compor uma aparência interessante, que irá incentivar os clientes a comprarem o produto.

Por esse outro motivo, o BOPP também é muito utilizado. Ele permite muita liberdade no momento da criação dos rótulos, resultando em opções de design únicas e com bastante qualidade.

Assim como o design, o acabamento também pode ser feito da maneira que for mais adequada para o seu produto. Falando nisso, esse rótulo é aplicável a qualquer tipo de garrafa, desde a pet até as mais diferentes e inesperadas.

Essa grande versatilidade permite que o BOPP seja usado em diversos tipos de produtos e com vários modelos. Alguns deles são:

    • Transparente: Muito usados em rótulos que tem como objetivo destacar o produto e chamar ainda mais atenção para ele. Usado, por exemplo, em bebidas;
    • Branco: Possui um aspecto branco como o papel, além de brilhante;
    • Branco fosco: Igual ao anterior, porém, sem brilho;
    • Metalizado: Tem o aspecto metalizado, semelhante a uma folha de alumínio.

O preço

Com todas essas qualidades é natural assumir que o rótulo-filme tem um preço caro. Porém, enquanto o material é um pouco mais caro do que o papel, todo o processo compensa a variação de preço. A aplicação é mais simples, o que resulta em menos perdas durante o processo. Então, mesmo com todas essas vantagens o uso do BOPP é o que apresenta um dos melhores custo-benefício.

O rótulo-filme BOPP permite aproveitar todas essas vantagens. Seu produto fica mais belo e seguro, por bastante tempo. Ele também pode ser adaptado a praticamente qualquer tipo de embalagem e produto. Toda essa versatilidade por um preço bem controlado.

SB = 1
Sessao =
URL Original = /loja/faq-detalhes/0LRGRKNJ/importancia-do-papel-termico-de-qualidade.html
URL Final = /loja/faq_detalhes.asp?idFaq=0LRGRKNJ&idFaqAssunto=
URL SUBLOJA =
IP = 100.28.132.102